o golpe

No colégio, minhas turmas costumavam ter umas 30 pessoas. Ninguém curtia muito história. Uns dormiam, os outros conversavam. Os professores eram sequelados e tornavam as aulas insuportáveis. Eu tinha que estudar sozinho. Todos tínhamos, mas quase ninguém estudava. História se aprende lendo. Mas dava pra passar na interpretação de texto. Dava pra passar fazendo trabalhinho. Dava no chute. E olha que meus colégios sempre foram puxados. Nos mais fracos da região, talvez ninguém soubesse sequer o que houve em 64. Ja não sabiam no meu, caro, particular e puxado.

Hoje, o que me conforta é essa história. Não sei vocês, mas eu estou do lado certo da história. Eu a conheço, a estudei, e sei que estou do lado certo. Os golpistas serão desmascarados nos livros de amanhã. Eu sei disso. Mas este é um conforto que de nada me serve. Pois, na realidade, o Temer é presidente graças a quem jamais deve ter aberto um livro de história sequer.

Vocês, povo golpista, das camisas da cbf, do Fora PT, das vaias nos estádios, do pato gigante, do eleitorado Bolsonaro, vocês são o que há de pior no mundo. Vocês são burros e querem dar opinião. Vocês visam o Eu em detrimento do Nós. Vocês não leem, não se informam, não estudam, não tem empatia. Acreditam na Globo, no Aécio e no Alexandre Frota. Mas duvidam de seus professores, do Chico Buarque e da mídia Internacional. Seus argumentos são infundados e sua retórica é mais rasa que uma poça. Vocês cheiram a merda e impoem seu cheiro ao país inteiro, mantendo esse país a desgraça da qual vocês querem se proteger. E é por isso que pessoas como a Dilma precisam – e vão – continuar surgindo. Por que, se dependesse de vocês, ainda estávamos na idade média.

Parabéns, imbecis,
O Temer é presidente.

2018 tem eleição. (A PRINCÍPIO)
Preparem o próximo golpe, pois serão novamente derrotados.

Derrotados.

DERROTADOS.