Piano feelin

Minha casa sempre foi musical. Meu irmão ouvia música no quarto o dia inteiro. Desde o tempo em que levava-se uma tarde inteira pra baixar uma mp3, meu irmão passava tardes inteiras baixando mp3. Nos domingos de manhã, meus pais colocavam o rádio da sala bem alto com as músicas deles. MPB, rock nacional, clássicos. Meu irmão ouvia de tudo, era DJ da rádio da UFRJ e o maior vencedor de promoções da Rádio Cidade.

Hoje, eu ouço música o dia inteiro. E não é modo de dizer. Nos breves momentos em que meus ouvidos não estão com fones, minha mente toca sua própria canção. Mas o silêncio é aflitivo. Meu cérebro pega apenas duas estrofes e as repete incessantemente. Sempre tem uma música na minha cabeça – mas só uma, e ela nunca toca inteira.

Por isso, até mesmo quando meu cérebro não parece disposto a interpretar músicas, letras, melodias, guitarras, etc, recorro à música instrumental. Estou ficando esperto nesse negócio. Sou melancólico, como vocês bem sabem, então nada me deixa mais preenchido de emoções do que o piano de Ludovico Einaudi tocando no meu quarto à noite.

Deixo pra vocês a indicação da minha playlist de músicas instrumentais e a minha favorita:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s