Retorno

Quando havia saudade,
tristeza também havia.
Sem sofrer contrariedade
aos poucos me engolia.

Tristeza não pelo que foi;
pelo que podia ter sido.
Tristeza ao ver perdido,
o que nunca chegara a ter tido.

Quando findou a saudade
e em saudosismo tornou
Vi que quem me havia deixado
nunca de mim deixou.

O que cessado supôs-se
foi eternamente continuado
pois no presente refez-se
ao existir no passado.

4 comentários

  1. Vanessa Esteves · outubro 22, 2014

    Amei! Faz tempo que não leio poesias e olha, continue assim que sempre voltarei aqui (como se já não fizesse isso).

  2. annapaulaoliveira · outubro 23, 2014

    Demais!

  3. Manu · outubro 28, 2014

    Há tempos não lia uma poesia que gostasse tanto. ❤

  4. Pingback: Balanço de fim de ano. | Estábulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s