Muitas coisas aconteceram nesses dias. Poucas aconteceram de verdade, mas na minha cabeça um monte de coisa aconteceu.

Depois de oito anos, Oito. Anos., terminei de assistir How I Met Your Mother. Comecei a assisti-la em 2006, quando eu tinha nada mais do que 11 anos. Naquela época, era a minha série preferida, mesmo tendo apenas duas temporadas. O Ted pensava exatamente igual a mim! Eu também procurava a Menina Certa e queria pular todas as etapas pra ir direto ao comodismo de achar a pessoa perfeita pra mim.

Eu acreditava que ela existia. Que saudade daquele tempo!

Oito anos se passaram. A série terminou ano passado, mas eu não estava pronto pra assisti-la. Nunca passou pela minha cabeça não assisti-la, eu apenas esperava pelo momento certo. Isso acontece às vezes – baixo alguns discos e não os ouço, baixo filmes e não os vejo, acompanho séries e não as termino. Fico aguardando o momento certo. E ele sempre – sempre – chega.

Chegou o de HIMYM. E quando o Ted achou a Menina Certa, que é simplesmente


a criatura mais linda do universo

eu chorei. O que é muitíssimo difícil pra mim. A última vez que chorei foi aos 16 anos, no último dia de aula do ensino médio. Antes dessa, aos 13 anos, quando terminei meu primeiro namoro. Nunca lidei bem com términos. E parece que, de 3 em 3 anos, elas insistem em me perseguir.

Chorei pelo término da minha série favorita, que me acompanhou enquanto eu crescia. Quando assisti pela primeira vez, parecia uma realidade tão distante! E agora parece uma paródia da minha vida. Quando assisti pela primeira vez, eu me achava tão parecido com o Ted! E agora nenhum deles diz nada sobre mim. Quando assisti pela primeira vez, eu tinha absoluta pena do Ted. E agora eu tenho profunda inveja.

Nunca vou parar de assistir HIMYM.

Ela terminou hoje, mas recomeçará daqui a alguns meses quando eu já tiver esquecido o que acontece nas primeiras temporadas.

E assim a vida continuará. Eu, Ted, Marshal, Robin, Lily e, é claro, o melhor de todos, Bar – wait for it

NEY. BARNEY!

****

Eu sei que HIMYM merecia um texto só pra ele. Mas até então dividi minhas férias em 3 etapas: assistir How I Met Your Mother, jogar League of Legends e ouvir essa cantora italiana ABSOLUTAMENTE MARAVILHOSA.

Só não é mais maravilhosa que Cristin Milioti, a mulher do Ted.

Aquele velho dilema – devo divulgar a música que é mais provável que todo mundo vá gostar ou devo divulgar a música que eu mais gosto? Vai saber.

2 comentários

  1. Juh · agosto 7, 2016

    Você gostou do fim?

    • ironmeida · agosto 9, 2016

      Nhé…
      Sei lá, foi esquisito. Podia ter sido melhor. Mas sempre pode, né. Também não foi de todo ruim, só meio corrido demais, embolado. Então gostei, mas não gostei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s