Monólogos #002

a questão é: 

a sociedade vende esse discurso de que a gente PRECISA ser feliz. Que a vida boa é a vida feliz etc 

isso é balela 

a felicidade é eventual, que nem a tristeza e que nem a neutralidade 

ninguém feliz em tempo integral, pois ai a felicidade se tornaria justamente a neutralidade 

a verdadeira busca da vida, travestida de felicidade, é o conforto 

a gente busca, quase que instintivamente, zonas de conforto 

seja no pensamento, seja na vida material 

as pessoas não se casam pq o casamento vai lhes dar felicidade; o casamento dá o conforto 

ninguém trabalha pq o trabalho as faz feliz; as pessoas trabalham pelo conforto 

a partir do momento em que vc se despe dessa necessidade de ser feliz, você começa a dar valor às coisas pequenas que te dão conforto e as aceita mt mais facilmente 

a felicidade vai te atingir independente do seu tipo de vida. Cracudo tem felicidade quando fuma crack, rico tem felicidade qnd compra uma ferrari 

e, no resto do tempo, ambos buscam o conforto 

vc, no momento, se sente confortável mimizando sobre a sociedade e idealizando uma vida melhor 

eu, pessoalmente, acho que vc devia se despir disso – o que é possível, se vc se esforçar MINIMAMENTE – e procurar se sentir confortável com coisas mais palpáveis do que se imaginar vivendo numa sociedade paralela ou num mundo idealizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s