Dezenove anos
passando na brisa
sorrindo pro vento
chorando do tento
que nunca vingou.

Feliz que o tempo
pra longe de ti
a mim com vento levou.

Só resta o lamento
que um dia pretendo
sanar por todo
e quem nesse tempo
não tem um lamento
que não seja tolo?

Só sei que vou indo
sozinho sorrindo
voando na brisa
do dia feliz
que sempre reprisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s