A conversa de bar sempre ajuda a pensar: Não sei se realmente acredito mais na história da felicidade sendo tão passageira assim.

Acho que, na verdade, a felicidade não é um estado, mas um instante. A felicidade é quando encontramos alguém que não víamos há muito tempo, ou quando acontece algo muito legal. Ela é um instante que te deixa muito contente, mas depois de um tempo passa. O que sobra é o conforto – estamos confortáveis na vida e nos sentimentos bem o suficiente se, eventualmente, rolar alguma coisa que nos deixe felizes.

O que me fez parar pra pensar foi que – e se eu tiver, enfim, aprendido a ser feliz e, dado isso, estarei de boa independente do que rolar?

Sei lá, viu.

Acho que tendo uns amigo, umas cerveja, umas parada, umas mexida, tá tudo de boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s